domingo, 21 de julho de 2013

A Kotta Partiu



Amigos e simpatizante da kotta,lamento informar que ela já não se encontra entre nos,Deus levou a no dia 20/07/2013
vitima de uma doença que infelizmente bate a porta de tantos (O CANCRO)
agradeço quem foi seguidor ,amigo e simpatizante dela das suas escritas e seus lamentos e alegrias 
um bem aja para todos vos (até um dia disse ela)
sou filho ,Jose luis Rosalino e coube-me a tarefa de informar neste espaço a morte dela a seu pedido 
Ela adorava este blog e seus comentários

segunda-feira, 13 de maio de 2013

ENCONTROS MARCADOS

Lua que no teu aspecto
Gelado e frio
Tens encontro marcado com o mar
Salgado e bravio.
O teu luar que o encanta
Baloiçando ele te afaga
Suavemente com carinho
Com receio ruge baixinho,
E tu lua redonda
Não penses ser a única
A reflectir a tua imagem
No embalo da sua onda.
Nos seus braços mergulha
Um mais quente e afogueado
Que se enrola devagarinho
Nos braços do seu amado.
O MAR então se remexeu
Baloiça, salta e feneceu
De tanto amar o SOL que nele penetrou
E nos seus braços adormeceu...

F.Campos

terça-feira, 30 de abril de 2013

RAMALHETE




ROSAS VERMELHAS
AMORES PERFEITOS
MAL-ME-QUERES
ANTÚRIOS
LÍRIOS
HORTÊNSIA
ERVILHAS
TULIPA 
ESTRELÍCIAS

                         Ofereço este ramalhete
                         Em qualquer ocasião
                         Sabe bem oferecê-lo
                         A quem está no meu coração

                         Dá- me alegria recebê- lo
                         De quem me ama e estima
                         Sinto- me feliz por retribuir
                         Singela oferta a quem me acarinha.

F.Campos
                         

terça-feira, 23 de abril de 2013

CONVERSA COM DEUS


Diz- me meu DEUS se para alcançar o CÉU, ainda tenho muito que sofrer.
Diz meu DEUS se não chega todo o meu viver.
Pelo que vivi se mereço um  pouco de paz, dada pelos que tanto amo
Nesta hora de provação.
Tudo o que me é dado tiram-me com outra mão.
Meu DEUS se te ofendi com as minhas acções é hora de me dizeres
para me redimir e ganhar o teu perdão.
Neste grito que me sai da alma.
Dá- me o teu sinal.
Não me abandones.
Preciso desse sinal que me acalma.

F.Campos

quarta-feira, 17 de abril de 2013

DESILUSÕES

Rolam pelo meu rosto, lágrimas quentes e salgadas.
Caem dos meus olhos cansados como uma cascata de agua
escorrendo pela encosta.
Sinto que estou a  fraquejar  e mentalmente temo não conseguir
esconder o que me vai na alma.
Preciso gritar bem alto, porque sou humana.
Até os animais tem direito a se manifestarem na sua linguagem.
Não escrevo para deixar escrito, esta- me na alma e não vou falar com as paredes.
Recuso-me a perder as minhas vontades, nada nem ninguém tem o direito de me silenciar.
Preciso de alguem que me ouça, que me afague, que me respeite, que me admire não
pela beleza que não há, mas pelo ser humano que julgo ser
que me apontem os defeitos (não só os defeitos) mas algumas qualidades.
Tenho medo da vontade cada vez mais forte de desistir.

F.Campos

domingo, 14 de abril de 2013

TARDE SOLARENGA

Tarde solarenga
Imagino ver o teu corpo  ser bafejado
Pelos raios quentes na praia, de uma tarde amena.
Raios que pousam e irradiam a sua cor dourada    
Tudo ganha outro brilho, numa tarde bem passada. 
Imagem de sonho na areia estendido
A descansar e recuperar o tempo perdido.
Como que abandonado
Continuas deitado na areia quente.
Aquecida pelo sol ardente.
O sol vai desaparecendo.
O tempo esfria.
Levantas- te, regressas ao teu mundo.
Se amanhã estiver sol, já tens encontro marcado.
Sossegadamente, deitas- te na areia
Ofereces ao sol o teu corpo dourado.

F.Campos

quarta-feira, 10 de abril de 2013

VESTIDA DE AZUL













Vi- te ao longe a saltitar
Com aquele vestido azul
Corrias, tinhas alegria no olhar
O teu vestido  esvoaçava
Tinha a cor do firmamento
Reflectida no mar...
Cantarolavas,  a canção da meninice
De mão dada eu trauteava
Tu sorrias animada
Contente eu te abraçava
Pela felicidade  no teu rosto espelhada...
Cresceste... do vestido azul 
Nenhuma lembrança havia
Para darmos as mãos o tempo fugia
Esqueceste a canção que em criança cantavas
Fizeste-te  mulher, da meninice nada resta
No teu olhar agora há saudade
Pena pela perda de alegria no olhar
Pena  pela perda da felicidade.

F.Campos

sábado, 6 de abril de 2013

ESTOU DESILUDIDA

Vida... Estou a ficar desiludida.
Perdida neste turbilhão que me envolve.
Sinto que cada vez são mais as hipóteses de não ter uma saída.
Mas vida...
Que te fiz para seres comigo tão fingida...
Fazias- te minha amiga, não te pedi nunca,  mais do que me podias dar.
Quando algo corria mal eu arranjava uma saída e a batalha era vencida.
Afinal de nada valeu...
Agora estou a não acreditar.
Vim ao Mundo, mas não pedi para nele entrar.
Vida ainda estás a tempo de me ajudar. 
Tira os escolhos do meu caminho e se eu vencer prometo...
Que te perdoo e serás a minha melhor amiga pelo tempo que me restar !!!!! 


 F.Campos

quinta-feira, 4 de abril de 2013

NOS TEUS BRAÇOS

Nos teus braços me aconchego...Sem medo
Sinto conforto que me dá gosto...
Calor que me transmite amor...
Assim eu te sinto sem pudor.
Flor cheirosa,  aguarela de cores variadas... 
És a água fresca, o luar de madrugada...
Abraça- me contra o teu peito...Estou no meu direito...
Dizes que me queres.
Fico emocionada...
Palavras belas são as que dizes...
Eu as guardo a sete chaves...
Abraça-me fortemente...Sinto-me carente.
Solta as palavras não as guardes...
Gosto de te ouvir...
Quando me sussurras    ao ouvido...
Amor não me deixes...
Vive por mim...
Sem ti fico perdido.


F.Campos

segunda-feira, 1 de abril de 2013

PRECISO DESSE EMPURRÃO


Senhor dai-me forças!!!
Forças para puxar para bom porto...
Este barco cheio de emoções.
Vontade de vencer este momento que...
Atrapalha o navegar suave do meu coração...
Tenho medo de não merecer o empurrão...
Que te peço Senhor!!!
A tristeza de perder tanta coisa que...
Ainda tenho para arrumar na minha vida.
Tantos projectos que tenho para realizar e que tanta alegria  me dava...
Os poder mostrar..
A minha luta não acaba aqui!!! 
Tantos anos que dediquei aos outros e agora quero e preciso de viver...
Um pouco para mim.
Não me tires este direito Senhor.
Exijo mesmo esse empurrão para assim sair vitoriosa desta prova...
Que me colocaste!!!!!!!!!!

F.Campos

sexta-feira, 29 de março de 2013

CIDADE DOS MEUS ENCANTOS











Com encantos particulares...
As tuas pontes que ao anoitecer...
Parecem recortes no horizonte...
Num pôr-do-sol de enternecer.

Tens beleza ao amanhecer...
Envolta no nevoeiro que te caracteriza...
Junto ao Douro se espreguiça...
Numa lentidão que nos dá prazer.

Assim eu te sinto.
Minha cidade adoptada.
Romântica, com os seus monumentos.
E de bela calçada.

De uma beleza ímpar...
No seu granito cinzento...
Na labuta do dia a dia...
Nada te pode igualar.

O teu néctar é divinal...
Nos rabelos és transportado...
Pelo Mundo és apreciado...
Como um tesouro valioso...
Nas caves és guardado...

Cidade de vários contrastes...
Que o metro veio modernizar...
Seus barcos rabelos no rio douro...
És a cidade que vou sempre amar !!!                                          F.Campos


terça-feira, 26 de março de 2013

NEGAÇÃO














Negar para quê?
Assumo!!! 
Suavemente como uma criança, espreitaste o meu coração vazio
pobre em afectos, desesperado por amor,  carinho e beijos.
Aconcheguei- te no meu colo. Abracei-te com mil ilusões.
Cresceste como homem.
Fizeste-me sentir mulher.
Caminhaste por caminhos que não eram os ideais.
Tropeças-te e eu amparei-te com o meu amor... Sempre.
Senti na carne  a desilusão e os nossos feitios por vezes explodem como bombas.
De repente tudo fica sereno.
Voltam os bons momentos e eu esqueço tudo e continuo a acreditar.
Os anos vão passando e eu penso, será que continuamos a amar- nos.
Mesmo separados fisicamente?
Este sentimento só acaba  quando Deus me chamar.
E. eu então poderei em paz descansar.
SEI QUE ME RECORDARÁS!!!!!!!!                                                                          F.Campos

domingo, 24 de março de 2013

DOMINGO DE RAMOS


                                   















Quando ouvi a campainha 
Fiquei emocionada 
Abri a porta de casa 
E era a minha afilhada

Trazia um ramo de flores

Vi no seu rosto alegria
Bem disposta deu-me dois beijos
Para me homenagear neste dia
Obrigada Joana           

F.Campos

quinta-feira, 21 de março de 2013

SOCORRO

Já não posso disfarçar mais !!!
A desfaçatez que vejo nas pessoas que tem uma vida de mentira.
Nada é verdadeiro, nem o seu dia a dia, nem os seus sentimentos.
Tudo é a fingir. 
Vivem na solidão porque não tem noção do que 
é o amor.
Seca-lhes o corpo dia a dia e a olhos vistos pelo
mal que lhes corroi as entranhas.
Fazem-se vítimas e não o são na verdade, vítimas
são as pessoas que confiam nesses seres ôcos,
que nada têm para dar ao seu semelhante.
SOCORRO !!!
Afastem-me da pobreza de espírito que me sufoca quero respirar o ar puro da Fé, do Amor verdadeiro, da amizade pura e não perder a Esperança de que ainda posso ser feliz!!!

F.Campos

quinta-feira, 14 de março de 2013

SAUDADE

Eu queria....Trazer de volta alguém do Céu, 
Passar um dia com essa pessoa,só mais uma vez,
Uma última vez, dar um último abraço,.um último beijo
e dizer adeus ou ouvir a sua voz novamente.
Ter outra oportunidade de dizer que o amo. O pai que eu tanto amei e que Deus escolheu para a sua
partida o dia do meu aniversário.
Jamais o esquecerei.                 14 /Março/ ...

F.Campos

segunda-feira, 11 de março de 2013

CORAÇÃO APAIXONADO


Coração apaixonado
Baloiças desvairado
Louco bates forte, fortemente
Porque estás apaixonado...

Do tempo perdes a noção
Corres perdido de Amor
Tem calma no bater,não sejas atrevido
Bates como louco, queres recuperar o tempo perdido...

Cansado da corrida
Amado pela vida vivida
Abranda um pouco 
O teu estilo de vida...

Bates, bates fortemente
Teimoso no teu sentir
Abranda as tuas batidas
Ouve os conselhos sentidos
Pelos momentos vividos !!!     F.Campos



quarta-feira, 6 de março de 2013

OLHAR DIFERENTE











Janelas fechadas para o mundo, como olhos cerrados
de uma vida sem horizontes.
Vidas vividas no escuro .
Para fugir do mundo negro que perturba a mente doente.
Não existe claridade nesse mundo.
Não existe sol que lá entre...
Nos parapeitos das janelas
Aparece de vez em quando um pássaro negro
para dar mais desencanto às janelas para o mundo.
Talvez um dia se abra uma fresta e lentamente o sol entre.
Dê um pouco de claridade à mente .
Que de repente os olhos se abram.
E olhem o mundo com um olhar diferente!!!!  

F.Campos


terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

BICHO MAU


Silencioso e matreiro,
fingiste ser algo com  nome feminino "PNEUMONIA", disfarçado afinal, eras aquele bicho de que tenho medo de dizer o nome. Mas para tudo há um nome e eu baptizei-te de "FAUSTO" para amenizar
a raiva e tudo fazer para te destruir.
Na vida já ultrapassei muitos, muitos problemas, se não sabias, ficas a saber que sou uma "LUTADORA" e que vou ter forças com a ajuda de "DEUS",  para te arrancar do meu corpo mas, se fores tu o vencedor antes vou dar-te luta, se eu perder não foi em vão que nasci.
Coisas más me aconteceram e outras boas eu vivi, lutarei com todas as forças para te vencer e assim
mostrar que sou forte e poder gritar "VENCI".    F.Campos

quinta-feira, 31 de maio de 2012

UTOPIA


Queria poder mudar o Mundo
Ter força para tirar jovens do fundo
Do fundo do poço...
Para os ajudar é preciso muito esforço...
Dar-lhes a atenção perdida
Para poderem mudar de vida...
Vida triste e desarrumada
Sem ajuda não valem nada...
Mortos vivos deambulando, nos seus passos lentos
cambaleando...
Rostos desfigurados pela falta de cuidados...
Procuram o "alimento" que os faz ganhar alento...
Por pouco tempo...
Queria ser a" mulher das arábias"
Escrever histórias felizes e rábulas...
Com um sopro fazer florir todos os jardins do Mundo...

As águas dos rios a correr como um hino à alegria
Ir à mesa dos ricos, tirar um pouo
do que desperdiçam para aconchegar
os que nada tem...um naco de pão...
Com uma refeição que lhes aqueça o
CORAÇÃO!!
E quando a noite for muito fria
Fazer nascer o "SOL" antes de ser dia
Para aquecer os desabrigados suavemente
Como as penas de um edredon...
Os que podem nada fazem...
Só se fala em corrupção
Perde-se a dignidade por nada
Põe-se em risco uma NAÇÃO!!!   F.Campos