sábado, 29 de agosto de 2009

Há dias assim

Tenho dias assim, as lágrimas brotam dos meus olhos, como rios
de água limpida e, sem escolhos correm correm, parece que estão
com pressa de chegar, a um porto qualquer e aí descansar da correria que
me alivia, me lava o rosto, a alma e me acalma.
Às vezes correm de mansinho, como a dizer-me que estão a acabar e que
o meu rio vai secar.
Uma alegria vem contrariar o meu rio, de novo elas correm, correm
sem parar, como cascatas de água pura que a minha alma vem refrescar.
Mas vem o desgosto e de novo, começa a correr a água do meu rio e
com tristeza desce num corropio infernal, pelo meu rosto que elas conhecem bem
porque já é habitual.
De alma lavada, calma e sossegada, às vezes faz bem chorar!!!

Sem comentários: