sábado, 29 de agosto de 2009

Janela virtual



Da minha janela virtual imagino mil silhuetas...
Balançando suavemente...
Nas suas vestes brancas... Às vezes pretas...
Irradiam alegria, tem uma aura especial...
Pairam no ar levemente...
Suas asas parecem feitas em tecido transparente...
São de uma beleza irreal .
Ouve-se uma música celestial...
Só captada por alguém especial !!!
Andam pelo mundo em segredo...
Numa euforia sem medo... O seu voo é virtual !!!
Silhuetas sem morada, com histórias mal contadas...
Não foram compreendidas nem amadas...
Bailam eternamente num corropio infernal...
Rodopiando vertiginosamente...
Andam pelo Mundo!!!
À espera que chegue a hora do descanso...
Para adormecerem num sono profundo !!!!!



Sem comentários: