sábado, 29 de agosto de 2009

MAR TRAIÇOEIRO


Mar sereno de águas salgadas, límpidas parecem espelhos
d'água...
De tão calmas, dá vontade de nelas entrar...
Adormecer ao sabor do seu suave embalar...
Mas não podemos facilitar...
De repente ficas zangado... desconfiado levantas a voz
como um leão enfurecido...
Cresces na altura e na bravura...
Vens buscar um inocente, ou quem não te respeita
descaradamente...
Para mostrar que em ti ninguém manda...
Às vezes lá vens devagar, visitar a areia tua amada...
Trazendo um presente e devolvendo o que não
te pertence...
Embravecido, espumando de raiva ou vaidade
na tua grandiosidade e no teu enrolar assustador...
Vens desmaiar na areia como a segredar
juras de amor...
TENS BELEZA NO OLHAR !!!
Assustas quem contigo quer brincar...
Ficas meigo como uma criança...
Que um abraço nos vem dar...
Mas em ti MAR não podemos confiar !!!!!

Sem comentários: