sábado, 29 de agosto de 2009

A PROFISSÃO MAIS ANTIGA

Percorrem as ruas da cidade
Desgastam-se de as calcorrear
Vestem roupas berrantes e decotadas
Saltos altos e meias rendadas.
Saias que parecem tiras à cinta amarradas
De tão justas e apertadas
Mulheres marcadas pela desgraça
Em fuga de relações mal acabadas!!!
Fazem crer que trabalham para os seus filhos
TEREM DE COMER !!!.Mas as mais das vezes dizem isso por dizer.
Mulheres há que gostam da arte de amar...
Vão com homens que podem pagar.
Outras há que para o seu homem satisfazer
Dão-lhes todos os euros, que o seu corpo pode render
Para o chulo não as sovar!
Mulheres de fácil viver, há as que vivem a amealhar
para mais tarde poderem ter, uma vida calma e descansar.
E é vê-las pela cidade a subir e a descer
ruas já conhecidas e procuradas, por homens dispostos a tudo ter
nuns momentos de prazer.
Alguns até têm o que procuram bem perto
mas preferem não ver.
Dá-lhes gozo o pagar, porque tudo querem fazer...
Mais tarde por se deixarem envolver num amor que é a fingir
Não se lembram que a doença os pode trair e vidas inocentes vão sentir
o sabor amargo da traição.
Mulheres da vida por opcção, que fazem dela a mais velha profissão!!!

F.Campos

Sem comentários: