sábado, 29 de agosto de 2009

VELHOTE ESPECIAL


Hoje apetece-me falar de uma pessoa, que me era querida e marcou a minha
infância.
Já com alguma idade, naquele tempo ele tinha uma mente de criança porque
era diferente!
Eu sentia um carinho especial pela sua ingenuidade de criança. Tudo para ele
se resumia em ser
livre. Lembro-me de ele sair de casa dos meus avós por dias e dias sem nada
dizer e dele ninguém sabia.
Caminhava Km. e km. a pé porque livre ele se sentia, em qualquer palheiro de
lavrador ele dormia, em troca de algum trabalho cujo pagamento era a bucha,
como ele dizia.
Fechado em casa não queria estar, caminhava agarrado ao cajado seu amigo,
noite e dia.
Até ao dia em que lhe disseram que ia para um lar.
Ele mil vezes repetia , se meterem o Quim num lar o Quim morre.
O Quim é livre como os passarinhos não quer estar fechado.
Sabe menina Fernandes assim ele me chamava, o Quim não gosta de estar
preso como um pássaro numa gaiola.
Meteram-no no lar que ele tanto temia.
Pouco tempo passado o meu TIO QUIM morria!!!!
.
PS. Esta homenagem é feita ao homem que só queria
caminhar..caminhar...sem parar.
PORQUE ELE ERA DIFERENTE !!!

Sem comentários: