domingo, 30 de agosto de 2009

ENIGMAS


Hoje estou a sofrer, amanhã talvez esteja feliz....
Sinto-me incomodada pelas injustiças.
AMANHÃ TALVEZ NÃO...
Sinto aquele aperto que me asfixia, talvez por amar em demasia...
A VIDA!!!
Idealizei um MUNDO que não existe.
ERA SÓ FANTASIA...
Quero sair da rotina, a esperança é que me anima.
AMANHÃ TALVEZ ESTEJA FELIZ...
Hoje acreditem estou a sofrer, não por o amor me fugir...
Não é isso...Tenho vontade de MORRER !!!
ALERTA!!!
112 venham-me socorrer porque eu hoje sinto-me triste.
ESTOU A SOFRER!!!
Talvez cansada, mas não há-de ser nada, pesa-me a vida de tão
SACRIFICADA...
Se eu disser que não choro estou a mentir, mas se as lágrimas
correrem pelo meu rosto com força, lava o meu desgosto e o meu sofrer.
Amanhã é outro dia e talvez eu volte a dizer...
HOJE ESTOU FELIZ.
VIVA LA VIDA!!!!!!!!!!!!!!!!

F.Campos

CARTA FECHADA


Esta é a carta fechada que poderás ler um dia.
Quando me sentir despegada e com a vida vazia.
Lê mas não chores meu querido...
Por eu do teu mundo ter partido
e não te ter demonstrado este amor tão dedicado,
que por ti senti um dia!!!
Foste uma flor no meu canteiro, que cuidei com desvelo
foste a luz da minha vida, o trevo da minha felicidade
o meu amor perfeito perfumado.
O meu sol, o meu girassol.
Senti o teu amor quando eu entristecia.
Fazias-me elogios quando eu escrevia!!!
Deste-me tudo o que te pedia Amor Felicidade e muita alegria
mas também alguma arrelia... faz parte do amor disseste-me um dia...
As tuas palavras eram como uma salada de fruta fresca que eu comia.
E no meu pensamento, em conversa com DEUS eu pedia, não nos separes...
Deixa-nos partir juntos um dia.
E assim esta carta ficava esquecida e para sempre fechada!!!!


F.Campos

MÃOS CALEJADAS


Beijo as tuas mãos calejadas, lindas e desajeitadas
que não consigo descrever.
Amo as tuas mãos maltratadas, que me dão tanto
prazer quando acaricias o meu corpo e me fazes
estremecer.
Quando me afagas, as tuas mãos calejadas, de veludo parecem ser tal a meiguice que deixam transparecer!!!
Mãos castigadas pelo trabalho árduo que lhes compete fazer, ásperas no olhar e tão suaves no sentir, mãos que me fascinam e sem forçar me dominam percorrendo devagarinho todo o meu ser. Amo as tuas mãos honestas e abençoadas capazes de dar mimo e protecção sempre prontas a ajudar e a fazer uma boa acção.
Olho as tuas mãos, nelas vejo o teu enorme coração que querendo parecer bruto, se derrete todo quando leva uma criança pela mão.
Mãos habilidosas que tudo sabem fazer, nelas fico vidrada e por elas estou apaixonada.
Obrigada por lhes pertencer!!!!!

F.Campos

IMPULSO




AGI POR IMPULSO!!!
DEI UMA GARGALHADA...
DISSESTE-ME QUE NÃO ERAS LIVRE...
SENTI-ME USADA...
PORQUE ESTAVA DESCONTROLADA
RI-ME COMO DESVAIRADA...
FECHEI A PORTA DO MEU CORAÇÃO...
MUITO BEM FECHADA.
VEM, VEM VER AS LÁGRIMAS QUE NÃO CHOREI...
PROCURA-AS!!!
NÃO VALES NADA...
MAS FIQUEI FERIDA...
SINTO-ME MAGOADA...
AGI POR IMPULSO!!!
FECHEI UMA PÁGINA DESTE LIVRO
ONDE A HISTÓRIA FOI CONTADA...
FECHEI-O NUMA GAVETA...
TENHO A CHAVE BEM NO FUNDO DO MEU PEITO...
GUARDADA!!!!!

F.Campos