segunda-feira, 8 de novembro de 2010

SINTO-ME GELAR


Sinto-me gelar, não compreendo...
Será a tua falta ou deixei de te amar.
Sentir as tuas mãos, é o que mais desejo
E nesse afago eu procuro
O calor do teu amor e a ternura de um beijo.
Sinto-me perdida.
Triste como um Outono chuvoso...
Numa ventania de sentimentos...
Recordo aqueles momentos... carente eu corria para os teus braços...
Como criança a precisar de mimos...
Entregava-me a ti e tudo queria, era amor o que sentia.
Sinto-me gelar...
No meu peito mora a agonia e a inquietação.
Choro na solidão, mas isto passa um dia...
Estou carente, vivo rodeada de gente...
Estou só, preciso da tua companhia.

F.Campos


sábado, 11 de setembro de 2010

PORQUE SOU TUA MÃE


Sinto no meu peito, um aperto que me faz doer...
É o medo de te perder.
Transportei-te nove meses, eras o meu menino o meu benjamim.
Nas voltas e reviravoltas da vida, nem sempre fui por ti compreendida.
Mas o meu amor por ti não tem limites.
Fui aceitando todas as tuas escolhas, os teus devaneios, os teus afastamentos,
as tuas idas e vindas para o estrangeiro e as tuas indiferenças.
Sim porque eu também tenho queixas, mas no meu coração tens lugar cativo.
Se a escolha que fizeste, para te acompanhar pela vida fora foi bem ou mal feita
foste tu que a fizeste, mas para mim só tem uma coisa preciosa que é o meu neto.
Os anos que vivi acompanhada (sozinha), estive sempre presente, lúcida, lutadora, honesta.
Atenta às necessidades dos teus irmãos e das tuas que eras o mais novinho.
Fiz o melhor que sabia, remei sempre contra a maré, não sei se me entendes...
Hoje olho para traz e vejo que dentro do possível fiz um bom trabalho.
Mas sabes sinto-me cansada.
Quero muito, mas muito que estejas feliz.
Guarda um pensamento para a mulher que te deu o ser, que te ama até ao fim dos seus dias.
PORQUE SOU A TUA MÃE !!!!

F.Campos

terça-feira, 20 de julho de 2010

PALAVRAS...


QUERO DIZER-TE MIL PALAVRAS...
MIL PALAVRAS QUE TE ENCHAM O CORAÇÃO...
PALAVRAS DE AMOR ...
TÃO DIFÍCEIS QUE ELAS SÃO...
AS PALAVRAS QUE NÃO SAEM COM EMOÇÃO...
DEVAGARINHO, COMO GOTAS DE ÁGUA SILENCIOSAS...
NÃO AS CONSIGO DIZER...
PARECEM CONGELADAS E POUCO AMOROSAS.
SILENCIO QUE VALE MAIS QUE PALAVRAS...
OLHA-ME NOS OLHOS E LÊ TUDO O QUE NÃO CONSIGO DIZER...
ESTE VAZIO QUE ME ENTRISTECE...
ME ASSUSTA E FAZ ESMORECER...
O ARDOR COM QUE QUERO DIZER...
QUE ÉS A MINHA FONTE DE VIDA ÉS O MEU AMOR...
TERÁS QUE LER NO MEU OLHAR...
AS PALAVRAS QUE NÃO CONSIGO DIZER.

F.Campos

quarta-feira, 16 de junho de 2010

VEM...


Vem meu querido...
Apesar de me teres desiludido...
Eras a esperança que me aquecia e se desvaneceu da noite para o dia.
Eras o mel que me atraía e me satisfazia...
Davas-me alegria, felicidade e me encantavas como o canto da cotovia...
Vem!!
Nem que para isso eu me transforme num pássaro de arribação precise de partir
para te acompanhar e descansar desta desilusão...
Vem... Preciso do teu corpo para nele me aconchegar, se me desiludires novamente
quero ser eu a dizer-te que não consigo perdoar...
Apesar do medo do que vou enfrentar, não há como experimentar...
Talvez possamos esquecer os rancores ...
Vem!!!
Estou louca para te abraçar e AMAR ...

F.Campos

terça-feira, 8 de junho de 2010

NÃO HÁ PACIÊNCIA !!!


Odeio, abomino, não suporto o som das vuvuzelas e se uma incomoda, milhares incomodam muito mais.
Já estou a imaginar este ruído insuportável em todos os jogos da selecção, só queria saber quem foi o banana que inventou a coisa !!!
Imaginem os pobres coitados dos jogadores e afins que nem conseguem concentrar-se no jogo tal é a vuvuzeira.
Faz-me lembrar milhares e milhares de mosquitos, daqueles que quando abrimos as janelas para refrescar a casa e que quando apanham as luzes acesas nos entram em casa a vuvuzar nos nossos ouvidos.
É irritante !!!
Assisti ao jogo Portugal-Moçambique pela TV e o que ganhei foi uma brutal dor de cabeça.
Não há condições até para os profissionais da comunicação que, não conseguem concentrar-se e até lhes faz soneira, dito por eles.
Voltem bandeirinhas, que até davam uma certa graça às janelas e varandas, coloridas e silenciosas mas que mostravam ao Mundo o nosso apoio à selecção.
Última hora: Os técnicos no campo não conseguem trocar impressões porque não se ouvem entre si.
Não havia nexexidade !!!!

F.Campos

sábado, 15 de maio de 2010

FLOR DO VENTO


VENTO AMIGO
Procuro-te por becos, vielas e ruas estreitinhas...
Pelos cantos e recantos.
Pergunto ao vento que passa por mim em correria...
Viste vento por aí o sentimento que me daria alegria.
Pobre amor, perdido na escuridão...
Tão só... Mas rodeado de multidão.
Procuro-o desesperada e em aflição.
Leviano, correu atrás de uma ilusão...
Peço-te vento se o encontrares tenta chamá-lo à razão...
Diz-lhe que o procuro com sofreguidão...
Tenho um lugar guardado no meu coração...
Procura-o vento !!!
Dá-lhe um empurrão na minha direção.

F.Campos

domingo, 11 de abril de 2010

MEU SOL



Senti no rosto um toque leve e ameno...
Pensei que eras tu amor a beijar-me com suavidade...
Para me acordar devagarinho.
Abri os olhos lentamente e surpreendida vi o SOL.
Entrou no meu quarto sem pedir autorização.
Abraçava-me, tocava-me e escondia-se... Voltava como a convidar-me para com ele brincar...
Espreguicei-me e deixei o meu corpo ser acariciado e aquecido...
Fechei novamente os olhos, mais tarde quando acordei,
senti um arrepio de frio.
Tinha anoitecido.
O SOL como envergonhado tinha-se escondido.
E eu tinha tido um sonho.

F.Campos

domingo, 4 de abril de 2010

VOLTEI !!!!!!!

VOLTEI...
Voltei para vos convidar a navegar
pelo oceano dos meus sentimentos.
VIVI...emoções serenas como um mar em calmaria, emoções fortes sacudidas por um mar furioso e ventanias de 100 à hora.
Mas de tempos em tempos quietinho como um menino bem comportado.
Assim vivi este longo tempo de ausência e como uma onda gigante vos abraço,
num murmurio vos peço desculpa, pelo abandono.
Navego agora numa onda de sonho, por vezes num mar flat, cheio de sol e cor.
Dei mais um passo em frente, mudei muita coisa na minha vida só espero viver,
para poder usufruir desta mudança que tanta alegria me está a dar.
Tenho casa nova, concretizou-se o meu sonho.
Agradeço aos amigos virtuais que esperaram por mim e não me esqueceram
Beijinhos, conchinhas, búzios e estrelas do mar para todos.
KOTTA.

F.Campos

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

MIGUEL ANGELO


PARABÉNS
Neste mês que é o primeiro
E para não ser diferente
Cá estou a dar os parabéns
Ao meu neto mais exigente.
.
Cinco anos são os que faz
Vivaços e irrequietos
Que Deus te proteja Miguel
Faça de ti um bom rapaz
.
Com esta homenagem só quero
Mandar-te um grande beijão
Gostava de te ter mais perto
Estás sempre no meu coração.
.
Os beijinhos que te roubo
Quando estás mais arisco
São doces e perfumados
Para mim são um petisco.
.
Muitas saudades desta avó do Porto Fernanda.

F.Campos

sábado, 2 de janeiro de 2010

PARA O ANDRÉ ALEXANDRE


FIQUEI RADIANTE E ORGULHOSA
POR SER AVÓ DE UM MENINO
LOURO, ROLIÇO E BRANQUINHO
QUE MAIS PARECIA UM CHORÃOZINHO
E COM A TUA VINDA AO MUNDO
FIZESTE DE MIM UMA AVÓ JOVEM E VAIDOSA.
.
CRESCESTE, JÁ FAZES 23 ANOS
O TEMPO PASSA A CORRER
EM MESES DIFERENTES
OFERECERAM-ME UMA FLOR
HOJE TENHO UM RAMALHETE
QUE SÃO TODOS OS MEUS NETOS
A QUEM TENHO MUITO AMOR.


.Pelo mesmo motivo também na escrita não fui pontual mas,
cá estou para pôr a escrita em dia.
Muitos beijinhos de Parabéns.

F.Campos

PARA O RICARDO EMANUEL



NASCEU NESTE DIA UM MENINO
A QUEM FOI DADO O NOME DE RICARDO EMANUEL
TODO ELE É UMA DOÇURA
PARECE UM FIGUINHO DE MEL...
FIGUINHO FOI O QUE LHE CHAMARAM
HOJE É FIGO PORQUE ESTÁ A CRESCERTINHA O SONHO DO FUTEBOL
COMO UM BICHINHO A ROER...
MAS NA VIDA NEM TUDO CORRE PELO MELHOR
PREPARA O TEU FUTUROESTUDA PARA DARES ALEGRIAS
AOS QUE TE TÊM MUITO AMOR...
PARABÉNS PELOS TEUS 13 ANOS
VIVE-OS COM ALEGRIANA COMPANHIA DA MÃE, GABY E MANOS.
.Na escrita a homenagem vem fora de prazo, na realidade os Parabéns
foram dados no próprio dia, mas por motivos vários incluindo a gripe
só agora me foi possível escrever. PARABÉNS DA AVÓ FERNANDA.


F.Campos