sexta-feira, 29 de março de 2013

CIDADE DOS MEUS ENCANTOS











Com encantos particulares...
As tuas pontes que ao anoitecer...
Parecem recortes no horizonte...
Num pôr-do-sol de enternecer.

Tens beleza ao amanhecer...
Envolta no nevoeiro que te caracteriza...
Junto ao Douro se espreguiça...
Numa lentidão que nos dá prazer.

Assim eu te sinto.
Minha cidade adoptada.
Romântica, com os seus monumentos.
E de bela calçada.

De uma beleza ímpar...
No seu granito cinzento...
Na labuta do dia a dia...
Nada te pode igualar.

O teu néctar é divinal...
Nos rabelos és transportado...
Pelo Mundo és apreciado...
Como um tesouro valioso...
Nas caves és guardado...

Cidade de vários contrastes...
Que o metro veio modernizar...
Seus barcos rabelos no rio douro...
És a cidade que vou sempre amar !!!                                          F.Campos